domingo, 20 de julho de 2008

Nothing but words... part III

semblante shakesperiano que adentra o recinto,
reina absoluto em todos os atos.
olhar onde se confundem amor e dor
realçam a alma sofrida nem por isso menos bela.
destoa da multidão pelo tom grandioso
grita com os lábios cerrados
emerge e permanece fortemente armado
com o inacessível dom de ser.