quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Nothing but words... part III

sou o que sou pela fúria que possuo
ao ver retalhos de vida
que poderiam ser uma coisa só

sou o que sou pela dor
dor procurada , dor achada
ou dor que veio do nada

sou o que sou pela raiva contida
despejada aos poucos
derramada aos muitos

sou o que sou por mim
diferente do que os outros acham
sou o que vejo , não o que me façam.