sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Nothing but words... part II

dilacera
mais do que qualquer corte já feito
tua sombra entre o friso da janela
hoje é uma visão quase mortífera
de alguns dias de arrependimento.
esse inalcançável poder de voltar no tempo
e aniquilar a maldita hora
em que teu cheiro me domesticou
.