terça-feira, 3 de novembro de 2009

Nothing but words III...

rebites mal feitos, gélidos
que abrandam o calor
tuas costas rastreio
a fumaça do cigarro penetra
a multidão lá fora, amarga, quieta
sento na janela, á observar
talvez teu corpo apareça
nos ladrilhos da travessa
e um samba antecipa
minha ansiedade funesta