sábado, 9 de janeiro de 2010

Nothing but... four ladies

fantasia:
de um vasto campo nevado com um lago congelado
de um fogo aconchegante na lareira
de pés descalços no piso frio branco e preto da cozinha
da tinta escorrendo pelas curvas do corpo
de uma chuva fina morna lavando memórias


nostalgia:
do susto de uma surpresa
do sorriso do inesperado
da torrada com queijo e dos lentos beijos
do que não combinava
do presente de aniversário que será nada

dor:
do que poderia ter sido
dos abraços não dados
de segredos revelados
do tom do eu te amo perdido
do que não fazia sentido

alegria:
do que intensamente foi
dos muitos abraços dados
da confiança mútua
de todos os eu te amo ditos que agora flutuam no ar
e saem loucos à procurar
outros amores para polinizar...