domingo, 18 de julho de 2010

Nothing but words V ...

sentado na beirada da cama
com aquele violão contra o corpo quente e a mente vazia
a postura altiva, enquanto a boca desferia
qualquer melodia


cada nota exalada,
uma armadilha escancarada
furtivas, letais
e eu, presa fácil de tais


era gente carente,
hoje não mais, não olho pra trás
mas sinto teu cheiro
ainda preso no meu íntimo voraz.



Tom Waits