terça-feira, 12 de abril de 2011

Nothing but words III...



há algo no ar,

talvez seja aquela ansiedade

que ronda a estreia de teu corpo no meu
ou ainda aquela velha agonia
que traz como fiel comparsa a ironia

também pode ser paixão,
mas dessa vez acho que não
está mais para nostalgia
cada vez mais presente, sorridente

na verdade agora já nem sei mais
enfim, vou deixar assim
um dia se desfaz por si
ou se torna mais e mais parte de mim.