quarta-feira, 9 de maio de 2012

Nothing but words II...

alguns momentos não são passíveis de descrição
palavras, por mais paixão que sinta por elas
não são suficientes para definir uma certa ocasião

nesses dados momentos
meu rosto verte água sem o devido consentimento
seja de felicidade ou dando adeus ao sofrimento.
_________________________________________
 
eu duvido que esse amor vá desvanecer
bem que eu queria vê-lo desaparecer
em meio ao entardecer
de repente, do nada, sem aviso prévio
de tédio...