sábado, 21 de dezembro de 2013

Nothing but words I

me cative pela mão
com um pensamento inesperado
provocando risos sem aparente razão

me liberte estando ao seu lado
mesmo calados, quietos
apreciando noturna vastidão

me acarinhe sem pressa de ser
e seduza meus olhos pra só te querer
juro que me basto em você.