sábado, 4 de janeiro de 2014

Nothing but words...

o Amor deveria vir com salário mínimo
décimo terceiro
vale-alimentação
e vale-transporte

não acompanha manual,
ou nenhuma outra instrução
não há mãos calejadas de enxada
mas pode largar o coração em frangalhos
sem aviso prévio

nas eventuais cartas de demissão
a esperança é que o Sr. Amor
te admita mais uma vez no emprego árduo
porém recompensador que ele oferece

e nem ouse pedir aposentadoria,
porque quando menos se espera
ele bate na porta pedindo para voltar
e digo, com experiência de quem já o teve (e o tem) como chefe:
em vão resistir a tão agradável labuta. 


Maria Muller